quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Uma nutricionista explica porque você não deveria eliminar o açúcar (#SQN)

A Dietitian Explains Why You Shouldn’t Give Up Sugar
by Tom Naughton


Eu vi um debate no Facebook recentemente, em que uma mulher advertindo sobre os horrores da gordura-saturada-que-entope-artérias! respondeu a alguém que questionava seus conselhos com você sabe que está discutindo com uma nutricionista registrada, não é?
Uma nutricionista registrada?! Oh, meu Deus. Falaram os infalíveis.
Um apelo à autoridade é um argumento fraco, especialmente quando a autoridade que você está apelando é você mesmo. E, claro, sempre que eu leio, sou uma nutricionista registrada, não posso deixar de interpretar isso como obtive um diploma ao replicar o que me ensinaram em um currículo elaborado e financiado pelos fabricantes de alimentos industriais.
Há alguns bons nutricionistas aí fora. Infelizmente, também há muitos palermas com o impressionante título de nutricionista registrado. Lembrei-me disso hoje, quando um leitor enviou um link para um artigo intitulado A Month Without Sugar-One Dietician’s Day-by-Day Tell-All [Um mês sem açúcar – o dia a dia detalhado de uma nutricionista]. Vejamos algumas citações.

Como nutricionista, eu ouço falar de toda dieta maluca. Sem produtos lácteos, sem carboidratos, sem açúcar, sem tomate, sem glúten, sem gordura – você decide qual mais, eu já ouvi falar a respeito (e talvez tenha revirado meus olhos).
Sem produtos lácteos é uma dieta maluca? Sem açúcar é uma dieta maluca? Sem glúten é uma dieta maluca? Incrível... os seres humanos de alguma forma conseguiram prosperar por 99% do seu tempo na terra, vivendo apenas com dietas malucas. E agora que a maluquice terminou, nós certamente estamos mais saudáveis, não estamos?
O problema com estas dietas restritivas é que elas não são sustentáveis ​​e muitas vezes fazem com que você deseje mais o que você eliminou. Mas não importa quantas vezes eu diga isso aos meus clientes, eu encontro resistência.
Então, a nutricionista é contra dietas restritivas. Basta manter isso em mente para mais adiante.
Então eu decidi tentar por mim mesma, e eu parei (correção: eu tentei parar) de comer todo tipo de açúcar adicionado por 30 dias. Alerta de spoiler – é uma merda!
Uau, é uma pena, eu estava esperando que você fizesse suspense. Oh, bem.
Primeiro, o açúcar adicionado refere-se ao açúcar que é adicionado a um alimento, não o açúcar naturalmente encontrado em frutas, vegetais, grãos ou laticínios. Cortar todos esses grupos de alimentos seria simplesmente deprimente. Independentemente da minha falta de desejo por açúcar, ainda adiciono um pouco de açúcar mascavo à minha farinha de aveia, desfruto de uma barra de granola pré treino e adiciono mini chips de chocolate na minha colher de manteiga de amendoim. Mas esse é o alcance do meu hábito com relação ao açúcar, então pensei que eu ficaria bem. A realidade dói.
A nutricionista registrada adiciona regularmente açúcar mascavo a sua aveia, come barras de granola com açúcar antes do treino, e adiciona chips de chocolate à manteiga de amendoim. Mas ela não tem desejo por açúcar.
Dia 1
Ao comer bolachas de trigo integral com a minha salada super saudável (sentindo-me ótima em relação às minhas escolhas alimentares), verifico o rótulo dos ingredientes dos biscoitos. Mas que merda? Cana de açúcar! Dia 1 = falha.
Ah não! Essas bolachas de trigo saudáveis ​​ contêm açúcar! Se ao menos ela tivesse verificado o rótulo antes de comprar, ela poderia ter comprado bolachas de trigo sem açúcar e ter ficado super saudável.
Dia 2
Minha aveia com certeza tem um gosto um pouco de sem graça sem uma colher de açúcar mascavo, então eu me dirijo à loja e pego alguns alimentos naturalmente doces, como tâmaras, bananas, uvas vermelhas e papaia. Problema resolvido.
A nutricionista não tem desejo por açúcar, mas não conseguiu comer a aveia enquanto ela não adicionou tâmaras e bananas. Problema resolvido.
Ou isso, eu pensei... até a hora do almoço, quando eu adiciono molho de pimenta à minha tigela de grãos coloridos. Surpresa – molho de pimenta tem açúcar. Eu acho que preciso ler CADA UM dos rótulos de comida.
Putz! Dois dias depois, e ela ainda não conseguiu evitar o açúcar adicionado.
Dia 5
Estou pegando o jeito desta coisa sem açúcar, mas estou num dilema. Hoje eu estou correndo o Brooklyn Half. Uma vez que esta é a minha décima meia maratona, eu tenho uma rotina padrão de abastecimento que consiste em água para as primeiras seis a sete milhas, seguido de uma bebida esportiva para a segunda metade da corrida e um CLIF Shot Blok em torno da milha oito ou nove .
Eu nunca tinha ouvido falar do CLIF Shot Blok, então eu tive que procurar. Aqui estão os ingredientes: xarope de tapioca orgânico, xarope de cana de açúcar orgânico, maltodextrina orgânica, pectina, ácido cítrico, extrato de melancia com outros aromas naturais, sal marinho, citrato de potássio, colorido com concentrado orgânico de suco de cenoura, óleo orgânico de girassol, cera de carnaúba.
Para realizar uma meia maratona, a nutricionista registrada normalmente precisa de uma bebida esportiva (se for uma garrafinha de Gatorade, são 21 gramas de açúcar), mais uma barra energética com outros 24 gramas de carboidratos, 12 deles na forma de açúcar.
Em outras palavras, meu plano de abastecimento habitual é carregado com açúcar porque o açúcar (também conhecido como glicose) abastece os músculos durante o treino de resistência.
Na verdade, o açúcar não é também conhecido como glicose. O açúcar é metade glicose e metade frutose. E também não precisamos para treinos de resistência. De alguma forma, eu consegui passar cinco horas empurrando uma máquina para cima e para baixo da colina em nossa pastagem várias vezes sem consumir açúcar (também conhecido como glicose) antecipadamente.
Por sorte, outro nutricionista (e maratonista) me disse para tentar tâmaras, recheadas com manteiga de amendoim e salpicadas com sal marinho, para a mistura certa de açúcar e sódio.
Graças a Deus, outro nutricionista registrado pôde sugerir uma fonte alternativa de açúcar para substituir o açúcar de uma bebida esportiva. Desastre evitado.
O único problema foi que eu tive câimbras em torno da milha sete que não iam embora, então eu desisti e peguei uma bebida esportiva.
Então, esse seria mais um dia no mês “sem açúcar” em que a nutricionista falhou e não conseguiu ficar sem açúcar adicionado.
Dia 7
Ao todo, sinto que a primeira semana foi muito mais difícil do que eu esperava. #falhou. Entre o açúcar adicionado nas minhas bolachas e no molho de pimenta e minha bebida esportiva durante a meia maratona, estou começando a entender o quão incrivelmente difícil é eliminar um ingrediente inteiro da sua dieta.
Sim, você não iria querer eliminar um ingrediente inteiro da sua dieta. Isso seria simplesmente maluco - especialmente se esse ingrediente fosse o açúcar adicionado, o que naturalmente os humanos comeram desde sempre.
Dia 15
Na metade do caminho, e finalmente começa a ficar mais fácil. Me acostumei a adoçar minha aveia matinal com bananas e comer lanches pré treino com açúcar natural (Tâmaras e manteiga de amendoim, alguém?). Eu definitivamente posso fazer isso por mais duas semanas.
Uau, estou impressionado com sua feroz disciplina. Você consegue realmente evitar o açúcar adicionado (na maioria dos dias, pelo menos) se você comer bananas e tâmaras suficientes para substituir o açúcar adicionado por açúcar natural.
Dias 17-22
Status quo. Eliminar o açúcar adicionado da minha dieta tornou minha dieta já saudável ainda mais saudável. Não tenho escolha senão comer muitas frutas frescas, vegetais e grãos integrais.
Fico feliz em saber que a sua já saudável dieta cheia de grãos e açúcares adicionados tornou-se ainda mais saudável porque você substituiu o açúcar adicionado pelo açúcar natural.
Dia 23
Todo o autocontrole vai por água abaixo quando estou cansada. Chegamos na Califórnia ontem à noite e estou muito cansada com o jet-lag. Preciso de um biscoito da tarde para me fazer sentir melhor. E deixe-me dizer-lhe... funcionou.
Mais um dia no mês “sem açúcar” em que a nutricionista registrada não conseguiu passar sem comer açúcar adicionado. Fico feliz em saber que o biscoito açucarado ajudou você a superar um dia cansativo sentada no assento do avião.
Dia 26
Eu fiz isso tempo suficiente, e eu desisto! Estar de férias e tentando uma “dieta” não é divertido. Na verdade, é realmente terrível. Então parei esse pequeno experimento e pedi um espresso em um cone de sorvete coberto com chocolate. E não estou triste com isso.
Bem, putz. A nutricionista registrada simplesmente não conseguiu continuar o experimento “mês sem açúcar”, apesar de ela ter cedido e ter comido açúcar várias vezes. Pergunto-me que conclusões ela extrairá da experiência.
As grandes lições
Isso confirmou o meu direito de revirar meus olhos em dietas que eliminam grupos inteiros de alimentos, porque é quase impossível sustentar essa mudança no longo prazo. Eu sou uma nutricionista, e não consegui fazer isso por mais de uma semana sem um escorregão.
Lógica impecável. A nutricionista registrada é uma viciada em açúcar que não pode passar um mês sem açúcar adicionado e isso confirma seu direito de revirar os olhos para nutricionistas que eliminam grupos inteiros de alimentos.
E agora para o grande final da piada... curioso a respeito de quem é essa mulher, eu a pesquisei. Aqui estão algumas citações de outro de seus artigos:
Como vegetariana, eu realmente odeio churrascos. Enquanto os amantes de carne empilham hambúrgueres, cachorros-quentes e bifes, geralmente estou agarrada num prato de salada de batata.
...Você quase sempre pode contar com uma coisa em um churrasco: hambúrgueres. E com o hambúrguer você encontra a mostarda, alface, tomate, queijo e picles. Embora não seja o sanduíche mais criativo de todos os tempos, combinar esses ingredientes em um pão certamente o igualará a um sanduíche convencional que provavelmente o manterá satisfeito por algumas horas.
Um hambúrguer sem carne definitivamente irá com certeza mantê-lo satisfeito até sua próxima dose de açúcar algumas horas depois.
...Prepare um prato criativo no churrasco, e você pode despertar o interesse de vegetarianos e comedores de carne. Que tal alguns cachorros quentes de cenoura ou bifes de couve-flor com molho chimichurri?
...Quando tudo mais falhar, faça sua própria festa! ...Deixe-os saber que o que você está servindo é tudo vegetariano-amigável. Incentive-os a sair da zona de conforto de comer carne e se tornar criativo com as plantas.
Hmmm, vamos combinar as citações dos dois artigos:
Isso confirmou meu direito de rolar meus olhos em dietas que eliminam grupos inteiros de alimentos.
Como vegetariana, eu realmente odeio churrascos.
O problema com estas dietas restritivas é que eles não são sustentáveis ​​e muitas vezes fazem com que você deseje ainda mais o que você eliminou.
Deixe-os saber que o que você está servindo é tudo vegetariano-amigável.
Então, aqui está. Você não deveria eliminar o açúcar adicionado - mesmo se você substituir com os açúcares de tâmaras e bananas - porque é simplesmente maluco eliminar um grupo inteiro de alimentos – açúcar adicionado, é claro, sendo um grupo de alimentos. Mas eliminar a carne está ok, é elegante e bom para você, e você deve encorajar seus amigos a experimentar uma dieta sem carne, elaborando um jantar vegetariano.
E, pelo amor de Deus, não tente sobreviver aos rigores de um voo que atravessa o país sem uma bolacha. Se uma nutricionista registrada não pode lidar com isso, você também não pode.
Esse é o tipo de sabedoria nutricional que muitas vezes recebemos de nutricionistas registrados.
Minhas desculpas aos bons nutricionistas por aí...



Para ficar por dentro das atualizações,
CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK:
PARTICIPE DO NOSSO GRUPO NO FACEBOOK:
E SE INSCREVA NO NOSSO CANAL NO YOUTUBE:


2 comentários:

  1. HAHAHAHAHAHAHAHA, excelente!

    Eu queria entender em que momento da evolução de nossa espécie perdeu-se a capacidade de raciocinar.

    ResponderExcluir
  2. kkkkk, ameiiii.
    mas ainda voltarei nessa medica só pra deixar o dia dela bem perturbado kkkk
    bjaooo

    ResponderExcluir