Receba as novidades por e-mail:

terça-feira, 4 de abril de 2017

Onde encontrar a informação a respeito da quantidade de carboidratos que cada alimento possui?

Texto original de Lissandra Bischoff e Júci de Paula

Fequentemente recebemos perguntas no grupo do Facebook a respeito do que “pode” ou “não pode” ser consumido numa alimentação Low Carb (em função da quantidade carboidratos que cada alimento possui). Então hoje vamos falar sobre como saber a quantidade de carboidratos de um alimento.
Cabe ressaltar que pra quem busca emagrecer COM SAÚDE, o melhor é aliar uma alimentação Low Carb COM COMIDA DE VERDADE. E porque “com comida de verdade”? Porque uma alimentação Low Carb não é necessariamente feita com comida de verdade (como propõe uma dieta Paleo/Primal, por exemplo), sem produtos industrializados...
Conforme explica o dr. Souto no texto do link abaixo, “na dieta lowcarb, o que conta é apenas a QUANTIDADE de carboidratos (quantas gramas) se consome por dia, e não a sua QUALIDADE”. No entanto, na busca pela saúde, as duas variáveis devem ser consideradas ao mesmo tempo.
Para entender a diferença entre Paleo e Primal, leia aqui: http://liss-bischoff.blogspot.com.br/2017/05/qual-diferenca-entre-primal-e-paleo.html

Para entender a diferença entre Paleo e Low Carb, leia aqui: http://www.lowcarb-paleo.com.br/2012/02/diferenca-entre-low-carb-e-paleo.html
Para saber mais sobre Paleo/Primal/Low carb, veja aqui:
Para aprender como contar carboidratos, veja aqui:
Após ler os textos citados acima, vamos partir para a prática. Já sabemos o que é uma dieta Low Carb, já aprendemos a contar os carboidratos líquidos (carboidratos menos fibras) e agora precisamos saber: onde encontrar a informação a respeito da quantidade de carboidratos que cada alimento possui?
Uma opção, conforme apresentado no texto acima, é utilizar um aplicativo que registra os alimentos e sua quantidade de carboidratos. No entanto, se você não pode ou não quer utilizar um aplicativo para essa finalidade, você tem outras formas de saber aproximadamente a quantidade de carboidratos em um alimento. No Brasil, o mais utilizado é a tabela TACO - Tabela Brasileira de Composição de Alimentos (4a. edição revisada e ampliada) elaborada pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP).
Para facilitar a vida de quem está começando, a seguir são apresentadas as informações da tabela TACO reorganizadas para quem quer seguir uma dieta Low Carb. As tabelas elaboradas trazem apenas alguns dos alimentos constantes da Tabela TACO. Para ver a tabela completa, acesse o link: http://www.unicamp.br/nepa/taco/tabela.php?ativo=tabela

Sobre as tabelas que serão apresentadas - ATENÇÃO:
- Os alimentos seguem a mesma classificação da tabela TACO original, mas estão dispostos em ORDEM CRESCENTE de QUANTIDADE DE CARBOIDRATOS LÍQUIDOS e VALOR ENERGÉTICO (do menor para o maior);
- O número de gramas de carboidratos líquidos é apresentado por porção de 100 gramas do alimento (conforme a tabela original);
- Os alimentos cujos resultados de carboidratos líquidos estão identificados com a COR VERDE são os mais indicados para uma estratégia Low Carb (porque contém menor teor de carboidratos);
- Os alimentos cujos resultados de carboidratos líquidos estão identificados com a COR LARANJA podem ser consumidos COM MODERAÇÃO em uma estratégia Low carb; e
- Os alimentos cujos resultados de carboidratos líquidos estão identificados com a cor COR VERMELHA DEVEM SER EVITADOS (uma vez que o alto teor de carboidratos desses alimentos é bastante elevado).
- Lembre-se: a quantidade de carboidratos contidos no alimento também depende também da quantidade que você irá ingerir desse alimento. Alguns alimentos, como castanha de caju, por exemplo, possuem bastante carboidrato por porção de 100g (no caso da castanha de caju, são 25,4g de carboidrato/100g do alimento). Mas você não irá consumir 100 gramas de castanhas de caju de uma vez, certo? Então, é possível, dentro de uma alimentação Low carb, consumir esse alimento em pequenas quantidades sem maiores problemas.
- Se você quiser saber se determinado alimento entra ou não numa dieta Paleo e/ou Primal, leia os textos que recomendamos acima.

A seguir, as tabelas: 














Para ficar por dentro das atualizações,
CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK:
PARTICIPE DO NOSSO GRUPO NO FACEBOOK:
E SE INSCREVA NO NOSSO CANAL NO YOUTUBE:


2 comentários: