Receba as novidades por e-mail:

domingo, 5 de março de 2017

Eu não consigo emagrecer! Estou a x dias, x semanas, fazendo tudo certinho e não emagreço!


Texto original de Júci de Paula




A Síndrome Metabólica, www.lowcarb-paleo.com.br/2012/01/sindrome-metabolica-o-flagelo-moderno.html, tem vários sintomas, tais como altos níveis de triglicérides e colesterol, diabetes ou pré-diabetes, pressão arterial alta e gordura visceral. Sim, isto mesmo: está magrinho(a) e tem uma “barriguinha de cerveja”? Tem esteatose hepática não alcoólica, o popular “fígado gorduroso”? É mulher e tem ovários policísticos? Tem problemas com temperatura corporal, precisa se esquentar no marido/namorado? Lamento a notícia, mas provavelmente não está tão saudável quanto pensa. Mais informações sobre: www.resistencia-insulina.blogspot.com.br



Dentre estes sintomas, geralmente o mais comum para buscar uma alimentação saudável é a gordura corporal. Eu não fui diferente, www.paleodiario.com/2016/11/aprendi-confiar-no-meu-corpo.html, logo, sei por experiência que comer melhor é o que funciona, (Y) . Depois da lipoadaptação, http://www.lowcarb-paleo.com.br/2016/02/como-evitar-o-mal-estar-em-low-carb-sal.html ,e da abstinência de açúcar para alguns, http://www.menosrotulos.com.br/2017/03/como-vencer-vicio-de-comer.html, começa realmente a parte legal, http://www.lowcarb-paleo.com.br/2016/11/ensaio-clinico-low-carb-reduz.html. E, durante algum tempo, para algumas pessoas, o peso baixa rápido, principalmente se há muitos quilos a eliminar, logo saímos entusiasmados, achando que funciona igual para todo mundo. Bem, não é assim. Há uma coisa chamada individualidade e existem os errinhos, naturais no processo de adotar novos hábitos e abandonar velhos, que tornam as coisas mais difíceis, embora pensemos que estamos fazendo “tudo certinho”.



Para algumas pessoas, por exemplo, este senso comum estabelecido sobre gorduras, “gordura faz mal! Não pode bacon, muita gordura!”, “Coma pão 525 grãos, margarina light e leite desnatado!”, nunca fez sentido, então elas meio que encontram na Paleo Primal Low Carb, PPLC, uma carta de alforria para toda a gordura do mundo, algo como “bacon! Bacon para TODOS!”, :P , e “É hora do cafééé!! Me dá, lá, toda manteiga e óleo de coco disponível!!!” ==> EUUUU, ahahahhah. Outras, ao contrário, encontram uma nova forma de prisão “mas eu tenho que comer toda esta gordura?”, o.O , “Eu nunca tomei café antes… Tenho mesmo que tomá-lo e ainda por cima com este monte de nata? Argh!”, :O . No primeiro caso, a pessoa pode empacar seu peso por exagerar na quantidade de gorduras, além de não ter espaço para os vegetais e proteínas. No segundo, a pessoa sofre por pensar que “tem que” adicionar gordura em tudo, ou meio que passa “fome” por falta de boas gorduras, promovendo, sem querer, uma dieta de restrição calórica. Em ambos o resultado pode ser o mesmo: déficit de alguns micronutrientes, alterações em marcadores de colesterol, alguma queda de cabelo, alteração no ciclo menstrual e, claro, aquela travada básica na balança.






Além destes extremos, um erro comum é achar que a Paleo ou Primal consiste em “versões fit” dos maus hábitos alimentares da dieta ocidental padrão. Em vez Comida de Verdade, o menos processada possível, em uma alimentação prática, simples e o mais barata possível, tendo as receitinhas como exceções, eventuais guloseimas, 80/20 - já leu www.resistencia-insulina.blogspot.com.br/2017/03/eu-nao-jaco-ou-importancia-de-entender.html ? - a pessoa agora gasta tempo e dinheiro para manter as pretensas “versões saudáveis” dos produtos comestíveis e, quando não consegue, joga tudo para o alto, reclamando que Dieta Paleo Primal é “difícil de fazer” e “muito cara”. Tsc, tsc, tsc...






Porém, ao meu ver o erro mais grave vem agora: algumas pessoas, focadas apenas no “emagrecimento”, esquecem os outros benefícios, tais como http://www.lowcarb-paleo.com.br/2014/03/relato-de-caso-psoriase.html , http://www.menosrotulos.com.br/2016/02/o-meu-antes-e-depois.html , http://www.menosrotulos.com.br/2016/07/renatinha.html , e, em vez de procurar ajustar o modo de fazer, promovem autossabotagem do processo e desânimo. Chega a ser meio surreal, mas parece que elas querem que, em dois dias, uma semana, um mês, o corpo se recupere de todo o dano de anos se alimentando de produtos alimentícios, pró-inflamatórios, e emagreça, apenas porque “oh, agora elas comem saudável”... Gente, se não foi em um dia, duas semanas, dois meses, que engordamos “Y quilos”, por que cargas d'água deveria ser revertido “X quilos” em dois meses? E, outro detalhe: balança não diz que “tipo de peso” estamos “perdendo”.





2,2 kg de gordura vs 2,2 kg de músculo

 
Viver plenamente acarreta amadurecer e entender que escolhas trazem consequências, muitas vezes imperceptíveis a curto prazo, independentemente de se boas ou não, e que é uma caminhada, é construção, não uma pílula mágica. Dieta não é um ente metafísico com poderes sobrenaturais, uma teleporte instantâneo para um futuro maravi-lindo. Tornar-se saudável, emagrecer, enfim, a construção de qualidade de vida, é um processo e, mesmo que dependesse de um milagre, entidade nenhuma vai descer, subir, deslizar lateralmente, para tomar água, dormir, fazer atividade física, comer e emagrecer por nós, quer acreditemos nisto, quer não. E, como todo processo, exige TEMPO, http://www.paleodiario.com/2016/08/o-tempo-vai-passar-de-qualquer-forma.html



Resumo: saúde e bem-estar são muito mais do que um número na balança ou algumas medidas nos espelhos e roupas. A gente vive muito mais feliz e tranquila quando descobre isto, porque aprende a focar ações no que trará resultados concretos na saúde e que está no nosso círculo de influência e que é nossa responsabilidade, obtendo o emagrecimento como consequência, na ordem de importância que ele tem. Desenvolver Senso Crítico, http://www.lowcarb-paleo.com.br/2015/02/dois-pesos-duas-medidas-o-pensamento.html , pesquisar mais, compreender a importância de ouvir e respeitar o próprio corpo, dando-lhe o tempo e material de qualidade para que ele consiga consertar os estragos promovidos por suas decisões anteriores, é tomar para si o controle da mudança entre o que somos e o que queremos ser - https://www.youtube.com/watch?v=PTNujDQ-Swg. ;)



'tão, 'bora lá? 'bora lá!



Para ficar por dentro das atualizações,
CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK:
PARTICIPE DO NOSSO GRUPO NO FACEBOOK:
E SE INSCREVA NO NOSSO CANAL NO YOUTUBE:





Nenhum comentário:

Postar um comentário