Receba as novidades por e-mail:

quinta-feira, 13 de outubro de 2016

Diabesidade

Diabesity – T2D 18
by Jason Fung

O termo diabesidade é a unificação das palavras ‘diabetes’, referindo-se ao tipo 2, e ‘obesidade’. É uma palavra maravilhosa, porque é ao mesmo tempo capaz de transmitir que ambos são verdadeiramente uma única e mesma doença. É incrivelmente descritivo e evocativo.

Estudantes do ensino médio? Certo...

Por estranho que possa parecer agora, os médicos nem sempre reconhecem esta conexão aparentemente óbvia e básica entre o diabetes tipo 2 e obesidade. Vamos voltar no tempo para os anos de 1990. Grunge estava dominando o cenário musical. Pochetes estavam crescendo em popularidade (surpresa!). Os 20 atores de mais de 20 anos do programa de TV Beverly Hills 90210, fingiam ser estudantes do ensino médio.

terça-feira, 11 de outubro de 2016

É hora de repensar dietas de alta ingestão de proteína para perda de peso

It’s Time to Rethink High-Protein Diets for Weight Loss
by Alexandra Sifferlin

Publicado em 11 de outubro de 2016

Um novo estudo sugere que há uma desvantagem para a proteína

Comer uma dieta que é rica em proteínas é frequentemente recomendada para pessoas que tentam perder peso, uma vez que alimentos ricos em proteínas fazem as pessoas se sentirem mais saciadas, evitando excessos. No entanto, um novo estudo sugere que, embora a dieta pode ajudar as pessoas a emagrecer, não necessariamente melhora outros problemas de saúde subjacentes. (Para saber mais sobre isso, veja: How Much Protein Should I Eat Every Day)



quinta-feira, 6 de outubro de 2016

Danos a órgãos - Diabetes Tipo 2

End Organ Damage – T2D 17
by Jason Fung

A hiperglicemia pode ser a marca registrada do diabetes, mas não causa a maior parte da morbidade. A glicose sanguínea é facilmente controlada por medicação, mas isso não impede as complicações a longo prazo. Apesar do controle da glicose sanguínea, ocorrem danos a praticamente todos os sistemas de órgãos. Seria difícil encontrar um único sistema de órgãos não afetado pelo diabetes. Essas complicações são geralmente classificadas como microvasculares (pequenos vasos sanguíneos) ou macrovasculares (grandes vasos sanguíneos).
Alguns órgãos, como os olhos, rins e nervos são predominantemente impregnados por pequenos vasos sanguíneos. Danos crônicos a estes pequenos vasos sanguíneos provocam insuficiência destes órgãos. Danos a vasos sanguíneos maiores resultam em estreitamento chamado placa aterosclerótica. Quando esta placa se rompe, ela dispara uma reação inflamatória e coágulos de sangue que causam ataques cardíacos e derrames. Quando o fluxo sanguíneo para as pernas é prejudicado, pode causar gangrena devido à circulação reduzida.
Há outras complicações que não se enquadram perfeitamente categorização simples. Várias complicações diabéticas não são, obviamente, causadas por vasos sanguíneos lesionados. Estas incluem doenças da pele, doença do fígado gorduroso, infecções, síndrome do ovário policístico, doença de Alzheimer e câncer.

quarta-feira, 5 de outubro de 2016

Como renovar o seu corpo: Jejum e autofagia

How to Renew Your Body: Fasting and Autophagy
by Jason Fung (Diet Doctor)


Em 3 de outubro, a Assembléia do Nobel no Instituto Karolinska premiou Yoshinori Ohsumi com o  Nobel de Fisiologia ou Medicina por suas descobertas de mecanismos de autofagia.
Mas o que é a autofagia? A palavra deriva do grego auto (auto) e phagein (comer). Assim, a palavra significa literalmente comer a si mesmo. Essencialmente, este é o mecanismo do corpo de se livrar de toda maquinaria celular velha, quebrada (organelas, proteínas e membranas celulares), quando já não há energia suficiente para sustentá-la. É um processo regulado, ordenado, para degradar e reciclar componentes celulares.

terça-feira, 4 de outubro de 2016

Síndrome do Ovário Policístico - O problema é a solução

PCOS - The Problem is the Solution
By Laura Carr (GreenerFarmacy)
Publicado em 3 de outubro de 2016


 Setembro foi o mês da consciência da SOP [Síndrome do Ovário Policístico], e enquanto eu estou um pouco atrasada para lançar este post, eu queria ter certeza que eu publiquei algo, uma vez que eu, pessoalmente, entendo as lutas desta condição feminina cada vez mais comum e difícil.
Eu fui uma entre os 10% de mulheres que sofrem com SOP (e sua complicação relacionada à infertilidade), e como minha recuperação foi inteiramente com base em nutrição, escrever este post vem de dentro do meu coração!